Inspiração, por onde anda?

Há muito tempo venho ensaiando o que escrever aqui, mas estes ensaios não passam de ensaios.É como se o verbo escrever não fizesse mais parte da minha vida, na verdade é mais do que isso, aquelas antigas inspirações que me faziam rabiscar versos onde quer que fosse, simplesmente me abandonaram.

Se outrora eu madruguei escrevendo e pensando em como seria lindo viver da minha escrita, hoje tudo isso não se passa de um sonho distante, ou melhor,de um sonho perdido.

Lembro-me do dia em que criei este blog. Criei-o no intuito de fazer feliz uma parte de mim, a qual estaria perto daquilo que um dia sonhou, porém falhei e deixei aqui vazio e sem novidade alguma.

Queria neste momento dizer a mim mesma que estou cheia de ideias mirabolantes e que posts e mais posts serão postados aqui, porém se eu falasse isso, estaria mentindo.

Talvez tudo isso seja uma fase ou talvez não, mas espero que seja um momento passageiro, o qual logo logo irá embora e trará de volta a inspiração que tanto me fez sorrir.

Anúncios

2 comentários sobre “Inspiração, por onde anda?

  1. Querida Mg, em primeiro lugar, não existem sonhos perdidos! Mesmo porque a sua ex-professora (e amiga Andréa ficou emocionada ao ler suas palavras: uma verdadeira poesia intimista, disse ela, mandando-lhe beijos!!!). Quanto a mim, posso garantir-lhe que não vivemos inspirados o tempo todo, nem os grandes poetas tampouco. Às vezes as palavras nos vêm do próprio exercício do escrever (quero dizer, comece a escrever sem nenhum objetivo e de repente você pode se surpreender como as ideias fluirão), não é uma técnica, porém já funcionou comigo. Não se esqueça que você escreve muito bem e nunca misture as desilusões de sua vida com o prazer de escrever. Você pode estar deixando de lado um dom que poucos têm. MG você tem muita vida vida pela frente e ainda está “me devendo” convite para ir em pelo menos cinco faculdades que você tenha feito (lembra do que eu dizia em sala de aula). Se você está com problemas agora, por exemplo trabalho, pense que nós somos pobres e precisamos trabalhar, mas não será o trabalho que servirá de “muleta” para nos afastar de nossos sonhos, mesmo porque as “muletas” ajudam as pessoas a irem em frente. Ânimo menina, escreva, comunique ao mundo o que passa pela sua mente e coração. Faça as pessoas refletirem, se emocionarem; enfim sonharem a partir de suas palavras. Você no mínimo já tem dois leitores cativos, eu e Andréa. Nós exigimos que você escreva…aliás…nós só podemos voltar a sonhar se você voltar a escrever! Beijos!!!

    • Como eu fico feliz em ler suas palavras e da amada professora Andréa.Fico realmente feliz em ler seu comentário, e tenha certeza que os convidarei sim para a formatura das minhas cinco faculdades, rs.
      Obrigada meus leitores cativos!
      Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s